Blog

Tudo o que você precisa saber sobre as compras no Paraguai
Tudo o que você precisa saber sobre as compras no Paraguai

Compras no Paraguai é um dos “passeios" mais buscados por quem vai a Foz do Iguaçu. O destino é um paraíso das compras! Ciudad del Este, município que faz a fronteira com o Brasil, conectada a Foz pela Ponte da Amizade, é a segunda cidade mais importante do Paraguai, ficando atrás apenas da capital, Assunção.
E quando se trata de compras no Paraguai, o interesse é grande! Então, reunimos todas as informações necessárias para você se divertir nesse atrativo da fronteira! Anote todas as dicas e boas compras!

Documentos para atravessar a fronteira

Vamos começar pelo básico: O que eu preciso levar para atravessar a fronteira? Não precisa ser, necessariamente, seu passaporte! Como estamos no Mercosul, o bloco traz algumas facilidades na hora de atravessar de um país para o outro.

Você pode cruzar a fronteira com:

- Documento de Registro Civil (RG) original, desde que tenha sido expedida em menos de 10 anos;

- Passaporte original

- No caso de menores de idade desacompanhados (por um ou pelos dois pais ou responsáveis), é necessário autorização, em duas vias, assinada e registrada em cartório.

- Não será aceito carteira de motorista (CNH)

- Não são aceitas carteiras de registro profissional, como OAB, CRM e similares.

Cotas de compras e limites

- Essa é uma das partes mais importantes que você precisa saber sobre compras no Paraguai: as cotas de compras! São limites estabelecidos pela Receita Federal para você comprar livremente, sem a necessidade de pagar impostos e taxas.

- Todo mundo tem o limite máximo de U$500. Até esse valor, suas compras terão isenção de declaração fiscal. Esse valor é individual e mensal. Como isso funciona na prática?

- Digamos que você comprou um total de U$700. Você não pode transferir os U$200 excedentes para outra pessoa. Fica tudo no seu nome! Então, ao atravessar a fronteira pela Ponte de Amizade, é necessário parar na aduana da Receita Federal localizada na cabeceira da ponte e declarar suas compras. O imposto será taxado apenas em cima desses U$200 acima da cota.

- Após um mês do dia da sua compra, a cota zera e você pode começar tudo de novo!

- Além das cotas, há outra coisa que você precisa se atentar: a repetição e número de produtos. Isso se deve ao fato de poder caracterizar comércio. Ou seja: você está comprando em grandes quantidades para revender no Brasil.

- Bebidas alcóolicas: Até 12 Litros (por pessoa)

- Cigarros de fabricação estrangeira: 10 maços no total, com 20 unidades cada (por pessoa)

- Charutos ou cigarrilhas: 25 unidades (por pessoa)

- Bens inferiores a U$5: até 20 unidades, no máximo, 10 idênticos (por pessoa)

- Bens superiores a U$5: até 10 unidades, no máximo 3 idênticos (por pessoa)

* Se exceder os limites quantitativos, se a Receita Federal entender que a quantidade não revela finalidades comerciais ou industriais, os bens serão tratados como bagagem pessoal. Entretanto, não haverá isenção dos tributos.

 

De quanto é o imposto?

A taxa estabelecida para quem passar da cota é de 50% sobre o excedente. Voltando ao nosso exemplo de compras de U$500, você vai pagar a taxa somente sobre os U$200 que ultrapassaram a cota de U$300.

50% de U$200 = U$100. Esse será o seu pagamento de impostos. Ou seja, seu gasto final será de U$600 (compras + tributação).

Outro fator importante a ser comentado é que, vindo de Ciudad del Este com essa cota estourada, você PRECISA declarar suas compras na aduana da Ponte da Amizade. Não deixe para declarar no Aeroporto!

Essa dica é um ouro porque, conforme as regras da Receita Federal, a declaração precisa ser feita no primeiro posto que o viajante encontrar. Caso contrário, poderá perder suas compras!

Melhor não arriscar, né?

Produtos proibidos ou com restrições

Nem todos os produtos comprados no exterior são permitidos no Brasil, como cigarros não comercializados no país. Outros podem depender da autorização de órgãos governamentais. É o exemplo de animais silvestres, que precisam da autorização do IBAMA, por exemplo.

 É bom conferir toda a lista no site da Receita Federal antes.

Vale mesmo a pena?

Em um resumo rápido: Sim! Mas vale sempre pesquisar antes, especialmente por causa do câmbio. De uma maneira geral, eletrônicos continuam valendo muito a pena, trazendo diferenças grandes de valores. Um exemplo:

iPhone 15 128GB no Brasil: R$ 8.299,00 (preço oficial; site da Apple)

iPhone 15 128GB no Paraguai: U$805

Com a cotação de R$4,90 o valor em real fica R$ 4.032,00. Com os impostos sobre o excedente (50% dos U$305 que passaram do limite da cota), o valor final fica em R$4,776.8.

Economia de R$3,522.2

 

iphone comprar no Paraguai tour

Claro, devemos sempre ficar de olho na taxa cambial e trocar real para dólar no Brasil. Além disso, antes de qualquer compra em Ciudad del Este, procure saber se a loja é confiável (busque referências) e pergunte na própria loja “Quanto está o dólar”. É bem comum variar de um estabelecimento para outro.

Adquira agora mesmo seu TOUR DE COMPRAS NO PARAGUAI

E aí, Ainda tem dúvidas? Segue a gente no INSTAGRAM!

Faça sua pergunta estamos LOUKOS para te ajudar!

Veja também:

Foz do Iguaçu: a nova Miami das compras
O que fazer em Foz do Iguaçu em 3 dias